Nutrição

04/01/2016

*Por Marina Morgado, nutricionista consultora Bodytech Gomes Carneiro (Rio de Janeiro)

1. Compre alimentos a granel (castanhas de caju, castanhas-do-pará, frutas secas, linhaça e grãos em geral) 
Comprar alimentos em grandes quantidades pode ser uma alternativa saudável e menos dispendiosa do que adquirir comidas em base regular. Além disso, alimentos industrializados são adicionados das taxas relativas à embalagem e armazenamento no mercado, fato que torna a compra a granel ainda mais vantajosa mesmo em quantidades menores. Onde encontrar? Feiras, lojas de produtos naturais, lojas de produtos regionais etc.

2. Otimize suas compras e monte sua rotina
* Faça compras de mês em mercados atacadistas para adquirir alimentos que possuem maior tempo de prateleira ou os que podem ser congelados.
* Faça compras semanais de frutas e verduras nas feiras de finais de semana, pois os preços são mais em conta e os alimentos mais frescos. Frutas da época são mais baratas e nutritivas.

* Pesquise preços: antes de sair para fazer as compras semanais ou mensais, lembre-se que os mercados têm preços e promoções diferentes. Sendo assim, pesquise nas paginas dos supermercados antes de sair à caça.
* Crie um grupo em redes sociais ou conversas conjuntas com pessoas que também estejam em busca de economia. Desta forma, cada um pode passar informações sobre um ponto de vendas e vocês vão cobrir mais lugares em menos tempo.
* Faça sua horta. Uma pequena horta com seus temperos preferidos não ocupa muito espaço e oferece mais sabor aos seus pratos.

3. Compre suplementos em versão refil
Suplementos alimentares também podem ser vendidos de forma mais econômica. Algumas marcas vendem whey protein isolado, concentrado ou albumina em embalagens de 500g a 1 kg, dispensando os potes. Importante salientar que nem todas as marcas e seus respectivos produtos foram analisados em testes de fidelidade rótulo-produto.

4. Custo x Benefício: Frango ou ovo?
Considerando que 100g de frango contém aproximadamente 30g de proteínas, o mesmo quantitativo em claras de ovos seria de aproximadamente 8 unidades. Enquanto uma caixa com doze ovos está custando em média R$ 4,50 nos supermercados, o quilo do peito de frango custa em média R$ 14, sendo assim torna-se mais vantajoso comprar o quilo do frango em detrimento da dúzia de ovos.

5. Preparar marmita dá trabalho. Compensa?
Uma refeição fora de casa não custa menos do que R$ 20. A melhor forma de se economizar nas refeições é preparar as famosas "marmitas" nas quais será possível garantir a higiene, o sabor desejado e a economia no final do mês. Pessoas que possuem pouco tempo livre poderão planejar suas refeições aos domingos e separar porções em pequenos potes. Estes potes devem ser armazenados em baixa temperatura, e devem ser descongelados ao longo da semana.

MENSAGEM_CONFIRMACAO