Performance

06/01/2017

*Por Sérgio Maurício, ortopedista

Você sabia que treinar em dias e locais muito quentes pode esquentar seu corpo mais que o normal? Com o calor que tem feito nos últimos dias, muitos experimentaram sensações desagradáveis durante suas práticas esportivas. Sabemos que a desidratação é um problema comum nesse período, mas, em geral, ela não leva a consequências mais sérias.

No entanto, uma condição menos conhecida, porém não menos comum, pode afetar muitos praticantes de exercícios no verão: trata-se da hipertermia. Ela ocorre quando nosso organismo não dá conta de resfriar a temperatura corporal e começa a esquentar, tal qual uma febre.

O quadro é marcado por mal-estar, câimbras, náuseas e fadiga extrema durante o treino. Nos casos mais graves, quando o corpo beira os 39°C, podem ocorrer vômitos, confusão mental e até desmaio. Uma dica de prevenção é beber um pouco de água gelada e jogar o restante na cabeça. Quando possível, experimente pegar também umas pedras de gelo e passar na cabeça.

Na presença de sintomas, o ideal é interromper o treino e deixar pra continuar depois. Em casos extremos, é necessário procurar uma emergência para se reidratar e aplicar compressas de gelo nas axilas e virilhas, locais onde passam grandes vasos sanguíneos e, assim, acabam resfriando o corpo.

Beba bastante líquido e treine com segurança! Bons treinos e boas corridas!

*Sérgio Maurício é ortopedista, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho e da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. Corredor de Maratona e meia-maratona, é também praticante de triatlhon olímpico e concluiu seu primeiro meio-ironman no Rio de Janeiro, em novembro de 2016. Pratica natação, musculação e Indoor Cycle na Bodytech.

 
MENSAGEM_CONFIRMACAO