Nutrição

18/04/2017

*Por Priscila Antunes, nutricionista convidada pela Optimum Nutrition 

Se você adora tomar chá, a melhor opção é o orgânico, extraído manualmente. Ao comprar um chá a granel, você pode ver as folhas após a infusão (e consegue ver que são folhas pequenas). Em um chá de qualidade superior, utiliza-se apenas as folhas mais jovens. Em geral, o botão e as duas folhas mais jovens. Em alguns casos, até cinco podem ser usadas. Já em um chá processado, não temos como saber quantas folhas foram utilizadas, ou mesmo se o chá contém também galhos e outros detritos. Folhas mais velhas possuem menos sabor e, por isso, não são utilizadas na fabricação de chás de qualidade superior.

A maioria dos chás de saquinho que encontramos no mercado (com exceção de saquinhos de nylon e importados, orgânicos) utiliza o método CTC, que rasga e tritura as folhas para acelerar o processo de oxidação. Além de prejudicar muito o sabor do chá, durante esse processo, também se perdem muitas das suas propriedades.

A quantidade de polifenóis, que são antioxidantes, encontrados nos chás é praticamente nula na versão que já vem pronta! Como os polifenóis possuem sabor amargo, os fabricantes utilizam menos chá e mais açúcar ou adoçantes. Sem contar que essa substância começa a desaparecer quando o chá é preparado.

Então, compre chás orgânicos, colhidos manualmente e que estejam armazenados de forma que você consiga ver o que tem dentro dele!

E não esqueça: a melhor forma de fazer o chá é aquela da vovó: por infusão em água quente!

MENSAGEM_CONFIRMACAO