Nutrição

09/06/2017

*Por Alessandra Luglio, nutricionista convidada pela Greenpeople

Uma das principais regras de uma alimentação saudável é: quanto mais colorida, melhor! Um prato colorido representa uma alimentação variada, equilibrada, rica em nutrientes, vitaminas e minerais. As vitaminas, nutrientes, micronutrientes e fitoquímicos contidos nos alimentos estão diretamente relacionados com as cores dos alimentos. Ou seja, se temos uma alimentação monocromática, acabamos consumindo sempre os mesmos nutrientes. Assim, ao longo do tempo, ficamos com baixa de alguns nutrientes e nosso organismo sente os efeitos.

Além disso, um corpo com falta de certos nutrientes não funciona direito e afeta diversas atividades do organismo, podendo prejudicar até mesmo a performance nos esportes e o emagrecimento. Por outro lado, um corpo bem nutrido funciona de forma otimizada, refletindo esses benefícios de dentro pra fora.

Veja os principais grupos de cores e seus respectivos nutrientes e benefícios para que você possa deixar seu prato sempre colorido e saudável.

Alimentos alaranjados: cenoura, mamão, manga, abóbora são fontes de carotenoides, importantes para a imunidade, saúde da pele, cabelos e olhos.

Alimentos roxos: uva roxa e suco de uva integral, beterraba, juçaí, açaí, amora, mirtillo são ricos em resveratrol e antocioninas, antioxidantes que combatem os radicais livres, auxiliando na prevenção do envelhecimento precoce, doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.

Alimentos verdes escuros: agrião, rúcula, couve, brócolis, espinafre possuem antioxidantes, propriedades anti-inflamatórias e são ricos em ferro. Ajudam a manter o pH do sangue equilibrado e atuam na prevenção da anemia e doenças cardiovasculares.

MENSAGEM_CONFIRMACAO