Nutrição

13/06/2017

*Por Priscila Antunes, nutricionista convidada pela BSN

Para quem acha que só o iodo é importante para a tireoide, sinto lhe informar... Sua tireoide precisa de muito mais!

Para uma boa produção hormonal, o ferro, por exemplo, tem papel essencial, pois está envolvido com uma enzima responsável pela produção de hormônios tireoidianos.

E não para por aí! Selênio, vitaminas A, C, E e o zinco também têm sua importância. O selênio é um GRANDE protetor da glândula, atuando no combate aos radicais livres.

O excesso de iodo, ou a deficiência do mesmo, é péssimo, pois, nesses casos, teremos um excesso de TSH (hormônio produzido pela tireoide), e adivinha? Mais radicais livres para atacar a tireoide, uma vez que o processo de produção do TSH aumenta a produção desses radicais!

E os alimentos bociogênicos - aqueles que diminuem a absorção de iodo? Mandioca, milho, batata doce, alho, cebola, linhaça, amêndoas, amendoim, espinafre, morango... Não existe necessidade de retirá-los da sua dieta! Continue comendo, apenas otimize sua tireoide com alimentos fonte de iodo, como as algas, caso seja necessário.

Vários elementos halogênicos, como bromo, flúor e cálcio, em doses altas, podem interferir no funcionamento da tireoide... Chumbo, mercúrio, agrotóxicos, pesticidas e medicamentos como anticoncepcional, também!

Lembre-se de que o iodo não tem só a ver com a função tireoidiana, ele também trabalha nas glândulas exócrinas, mama, mucosa gástrica, células imunológicas, pâncreas etc. O iodo, inclusive, ajuda a regular sua transpiração: quanto mais iodo, mais suor. Alimente sua tireoide!

MENSAGEM_CONFIRMACAO