Nutrição

24/10/2017

*Por Braian Cordeiro, nutricionista convidado pela Optimum Nutrition

A glutamina é um aminoácido não essencial, ou seja, conseguimos produzir todos os dias. Ela tem algumas funções metabólicas fundamentais para nós conseguirmos produzir proteínas e, de certa forma, o tecido muscular.

Mas sem dúvidas, a maior vantagem da glutamina é sua ação no nosso sistema imunológico. Ela serve como nutriente para células de defesa no sangue (linfócitos e macrófagos, por exemplo) e para células intestinais. Como o intestino é responsável por 70% da nossa imunidade, ela é tão essencial. Boa parte da glutamina consumida fica no intestino e, para que ela atinja 100% da sua eficiência, o melhor é consumi-la em jejum.

O melhor horário de uso é antes de deitar, ou antes do café da manhã. Nesse último caso, espere 15 minutos para comer. As doses usuais de glutamina ficam em torno de 5 gramas e o consumo não precisa ser por período prolongados, geralmente recomendado por 1 a 2 meses. Para atletas, o uso antes de competições prolongadas ou intensas é bem comum para reforçar a imunidade. 

Mas o ideal sempre é procurar um nutricionista, tirar todas as dúvidas e aí sim administrar a glutamina com a orientação do profissional.  

MENSAGEM_CONFIRMACAO