Nutrição

23/11/2017

*Por Priscilla Martins, endrocrinologista

Você sabia que o trânsito, as cobranças no trabalho, a ansiedade e a tripla jornada podem ter a ver com aqueles quilinhos a mais que teimam em não ir embora? E isso tem relação com um hormônio chamado cortisol. Mas calma! Ele não é bem um vilão.

O cortisol é responsável por mediar processos metabólicos fundamentais para a vida. Tem  uma ampla gama de efeitos fisiológicos em todo nosso corpo e desempenha um papel importante no metabolismo da glicose e dos lipídios. Sua secreção aumenta em momentos de exigência física ou mental como, por exemplo, durante os exercícios físicos e quando estamos estressados. 

Mas como tudo na vida, em excesso, traz problemas que podem dificultar o emagrecimento. É muito comum pessoas estressadas terem dificuldade para perder peso e a explicação para isso tem tudo a ver com esse hormônio. O estresse 'ativa' o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HPA), responsável por regular os níveis de cortisol. Quando isso acontece o tempo todo, aumentamos nossos índices de gordura visceral e abdominal, e consequentemente, nossas chances de desenvolver obesidade.

A solução? A mesma recomendação de sempre! Tenha uma boa alimentação, faça exercícios físicos regularmente, durma bem e tenha prazer em viver! Está estressado? Vá a praia, caminhe, respire fundo, relaxe e toque a vida! Mas cuide da sua saúde primeiro!

MENSAGEM_CONFIRMACAO