Nutrição

08/03/2018

*Por Priscilla Martins, endocrinologista 

Eu adoro os restaurantes self-service, por exemplo, que oferecerem muitas opções saudáveis. Mas é preciso estar atento às escolhas para não cair em armadilhas já que há grande oferta de alimentos bem calóricos também. Para ajudar a montar um prato saudável e balanceado, vou dar algumas dicas simples para garantir uma maior qualidade de nutrientes e para manter a saúde do nosso corpo em dia:

Antes de começar a montar o prato, dê uma olhada em tudo que o restaurante oferece para evitar exageros - não se empolgue com o tamanho do prato!

Use a "regra da metade": ocupe a metade do prato com saladas, verduras e legumes. Assim, mesmo que o prato seja grande, você garante uma boa quantidade de fibras, que ajudam a aumentar a sensação de saciedade.

Faça um mix de legumes e verduras, deixando seu prato bem colorido. Tente escolher, no mínimo, 3 cores diferentes. 

Se você está precisando emagrecer, diminua a quantidade de carboidratos no prato e escolha um tipo só de carboidrato: ou arroz integral ou batatas ou macarrão integral ou mandioca. Para saber a quantidade ideal, compare o tamanho da porção ao tamanho do seu punho fechado.

Fuja de maioneses, molhos prontos para salada, molho rosé, branco e 4 queijos e de itens como salame, tomate seco, kani e frutas em calda. Salada boa é aquela salada simples.

Na hora das carnes, opte por frangos grelhados, peixes ou carnes magras. Nada de carnes fritas ou linguiças. A carne ensopada pode ser uma opção melhor que o estrogonofe, por exemplo;

Molhos podem duplicar a quantidade calorias de um prato e não necessariamente duplicam os nutrientes.

Sobremesa? As frutas são as melhores opções, tem poucas calorias e não causam remorsos.

Fique atento a essas dicas para não cair nas armadilhas do self-service e para aproveitar tudo de bom que ele tem a oferecer!

MENSAGEM_CONFIRMACAO