Mind

10/05/2018

*Por Priscilla Martins, endocrinologista

Os exercícios de resistência como musculação, peso livre, pilates, entre outros, são tão importantes para a nossa saúde como caminhar ou correr. Várias pesquisas científicas relatam que os exercícios com peso, bem orientados, trazem benefícios para todo mundo em todas as fases da vida.

Um estudo da Universidade de Sydney, publicado recentemente, revelou que o aumento da massa muscular está relacionado a uma melhora da função cerebral em adultos. A pesquisa realizada com 100 pessoas, na faixa de 55 e 86 anos, que apresentavam comprometimento cognitivo leve - CCL como redução da memória. O resultado observado foi que quanto mais fortes os participantes ficavam, melhores eram os benefícios para o seu cérebro.

Ainda segundo a pesquisa, o ideal é fazer treinamento muscular com levantamento de peso sempre aumentando a carga, ou seja, exercícios de alta intensidade, para maximizar os ganhos de força do paciente e com frequência de, pelo menos, duas vezes por semana.

Além de preservar a função cognitiva, que pode ser afetada pelo processo de envelhecimento, a musculação também diminui o risco de Alzheimer, aumenta a força e a flexibilidade, o que reduz a vulnerabilidade a queda. Ela aumenta ainda a densidade óssea - evitando a osteoporose, melhora a postura corporal, reduz os sintomas de doenças crônicas, sintomas de depressão, doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e distúrbios do sono porque eleva os níveis de serotonina no corpo e melhora a autoestima e a autoconfiança.

E para quem ainda resiste: exercícios físicos são indispensáveis para a saúde hoje e para a melhoria da qualidade de vida amanhã!

MENSAGEM_CONFIRMACAO