Performance

21/06/2018

*Por Gustavo Asmar, ortopedista

Essa pergunta é muito frequente entre pacientes que fazem atividade física. O agachamento profundo é um exercício condenado por muitas pessoas enquanto é extremamente defendido por outras. Mas diversos trabalhos mostram que quando bem orientado, com o incremento progressivo de cargas, o agachamento pode ser um excelente exercício para prevenir lesões e melhorar a performance em vários esportes, como futebol, corrida e ciclismo.

As pesquisas também mostram que os agachamentos profundos não causam maior risco de lesão se comparados aos agachamentos parciais. Portanto, quando falamos em pessoas sem lesões articulares prévias, agachar é fundamental tanto para melhorar a performance esportiva, quanto para ter um envelhecimento saudável independente do quanto se agache.

Porém, nada pode ser para todos, inclusive os agachamentos profundos. Algumas situações como pacientes de pós-operatório de prótese de quadril e de joelho, impacto fêmur acetabular, lesão ostecondral do tornozelo, edema de vértebra e deformidades em joelhos com contratura da cápsula posterior não devem realizar estas atividades! Em caso de dor articular com estes exercícios, diagnosticar o problema pode salvar o atletas. Concluindo, se não houver dor e diagnóstico de lesões, o agachamento bem realizado é indispensável para saúde, envelhecimento saudável e performance. 

MENSAGEM_CONFIRMACAO